C/C++ | Múltiplos de números em vetor

Postado por Samuel Lima em 24 de Agosto de 2015  •   •  Clicks (618)  •  (0)  • 

Neste programa eu aproveito a função Gera_Num_Sem_Repetidos ( int *A );
Que foi usada num código anterior, ela gera números aleatórios de 1 a 100 sem repetições e copia num vetor que foi alocado dinamicamente na função main(); e passado uma cópia como parâmetros para a função citada acima.
Ap&oa

C/C++ | M.M.C e M.D.C entre dois números

Postado por Samuel Lima em 23 de Agosto de 2015  •   •  Clicks (723)  •  (0)  • 

Os cálculos envolvendo MMC e MDC são relacionados com múltiplos e divisores de um número natural. Entendemos por Múltiplo, o produto gerado pela multiplicação entre dois números. Observe:

Dizemos que 30 é múltiplo de 5, pois 5 * 6 = 30. Existe um número natural que multiplicado por 5 resulta em 30. Veja mai

C/C++ | Aleatórios de 1 a 100 sem repetições

Postado por Samuel Lima em 23 de Agosto de 2015  •   •  Clicks (759)  •  (0)  • 

Um ato útil e muitas vêzes necessário é poder gerar números aleatórios, em linguagem C e isto é perfeitamente possível.
Quando queremos uma cadeia de números assim, usamos a função rand(); da biblioteca stdlib.h.
Um valor aleatório entre 0 e a constante RAND_MAX, é apresentado na chamada desta f

C/C++ | Decompondo em fatores primos

Postado por Samuel Lima em 23 de Agosto de 2015  •   •  Clicks (610)  •  (0)  • 

Fatorar é o mesmo que decompor o número em fatores primos, isto é, escrever um número através da multiplicação de números primos. Na fatoração utilizamos os números primos obedecendo a uma ordem crescente de acordo com as regras de divisibilidade em razão do termo a ser fatorado. Números primos são aq

C/C++ | Verificando Palíndrome

Postado por Samuel Lima em 14 de Agosto de 2015  •   •  Clicks (709)  •  (0)  • 

Palíndromo é uma palavra, expressão ou frase, ou até mesmo uma sequência de letras ou números, que tenha a propriedade de ser lida e compreendida da mesma maneira, tanto da direita para a esquerda, como da esquerda para a direita.
Nele são considerados, somente palavras e letras, e desconsiderados os sinais e espaços.
Se quizer s

C/C++ | Bingo com Arquivos

Postado por Angelino Gonsalves em 24 de Junho de 2015  •   •  Clicks (1474)  •  (0)  • 

o Bingo é um jogo de bingo, "obvio neh kk", com duas opções de jogar em arquivos ou não, ambos gerado por numeros aleatórios, sendo o primeiro com apenas 20 numeros e o segundo de quantidade aleatória, ficou muito legal e embora um tanto extenso, ficou facil de entender e tem a possibilidade de muitas implementações.

C/C++ | Jogo Snake

Postado por Angelino Gonsalves em 22 de Junho de 2015  •   •  Clicks (3390)  •  (0)  • 

jogo snake pronto para quem quiser estudar, alterar fique a vontade

C/C++ | Caracteres comuns entre dois vetores

Postado por Samuel Lima em 19 de Abril de 2015  •   •  Clicks (1609)  •  (0)  • 

A impressão de textos na tela do console é feita por meio de string
Que são nada mais que uma sequência de caracteres.
Mesmo não tendo um tipo de dados originais para string,
como em algumas outras linguagens, podemos criar vetores de caracteres do tipo char,
para armazenagens de textos.
Criei dois vetores do tipo char e inicial

C/C++ | Elementos comuns entre dois vetores

Postado por Samuel Lima em 19 de Abril de 2015  •   •  Clicks (996)  •  (0)  • 

Comparar dois vetores de inteiros e procurar por elementos repetidos
e numerar o total de ocorrências, é a finalidade deste programa,
que pode ser alterado, mudando os vetores pré - definidos
para vetores com entradade dados com scanf();
O código é indicado a iniciantes em C, que com poucas modificações
pode ser ad

C/C++ | Variáveis globais

Postado por Samuel Lima em 19 de Abril de 2015  •   •  Clicks (913)  •  (0)  • 

Em algumas ocasiões um programa em C pode exigir o uso de uma variável global, que como sabemos estas variáveis podem ser usadas por todo o programa, em qualquer bloco de código. Estas variáveis estão áptas a manter seus valores enquanto o programa estiver sendo executado.
Para criar uma variável global, basta declará-la fora de

C/C++ | Vetor sem repetições

Postado por Samuel Lima em 19 de Abril de 2015  •   •  Clicks (902)  •  (0)  • 

Quando precisamos agrupar elementos de um mesmo tipo
numa variável, recorremos aos vetores, que em C são
matrizes unidimensionais.Um vetor também é uma estrutura
de dados, e é muito utilizado no C, devido sua
facilidade de uso e eficiência quando usado adequadamente.
Quando declaramos um vetor como no exemplo abaixo:

C/C++ | Lista Encandeada em Linguagem C

Postado por Samuel Lima em 01 de Abril de 2015  •   •  Clicks (2335)  •  (0)  • 

Quando estava me sentindo que sabia programar em Linguagem C,
já relachando, e perdendo aos poucos o entusiasmo pela linguagem,
resolvi criar uma Lista Encandeada simples, e pra minha surprêsa
tive algumas dificuldades, e a bola muchou.
Passei um fim de semana lindo e ensolarado preso neste código, e pra ser
bem sincero, tive pena de postar na

C/C++ | Programa Mega Sena

Postado por Samuel Lima em 29 de Março de 2015  •   •  Clicks (3407)  •  (0)  • 

Entendendo claramente o que é variável, que não passa de uma parte de memória onde se armazena valores de um determinado tipo,
podemos dizer que ponteiro também é uma variável que carrega um endereço de uma posição de outra variável.
Quando uma variável possui o endereço de outra, dizemos em C

C/C++ | Comparando dois vetores de caracteres

Postado por Samuel Lima em 15 de Março de 2015  •   •  Clicks (1057)  •  (0)  • 

Assim como o comando goto, o comando return deve ser limitado,
evitando complicações no programa,
ou até mesmo funcionamento duvidoso, isto quando um programa possui funções mais complicadas.
Neste código limitei o comando return em um só na função
int Comp_Caractere ( int a, int b );
O comando return

C/C++ | Comparando dois vetores

Postado por Samuel Lima em 09 de Março de 2015  •   •  Clicks (957)  •  (0)  • 

Assim como o comando goto, o comando return deve ser limitado, evitando complicações no programa, ou até mesmo funcionamento duvidoso, isto quando um programa possui funções mais complicadas. neste código limitei o comando return em um só na função
int Comp_Num ( int a, int b );
O comando return provoca um interrompimento

C/C++ | Ponteiro para função

Postado por Samuel Lima em 08 de Março de 2015  •   •  Clicks (1136)  •  (0)  • 

Bons programadores em C tem pleno domínio em ponteiros, e isto é o que diferencia um bom programador em linguagem C, porque o C é altamente dependente de ponteiros.
O C possui um recurso complexo e avançado onde denomina-se ponteiro para função, que na realidade consiste em passar uma função como parâmetro para outra.
Para

C/C++ | Retornando ponteiro

Postado por Samuel Lima em 08 de Março de 2015  •   •  Clicks (781)  •  (0)  • 

É válido lembrar que ponteiro é uma variável que contém um endereço de memória.
Também quero lembrar que funções em algumas vêzes podem retornar um valor para a função main(); fica bem claro que o valor retornado é do tipo declarado no protótipo da função.
Programas m

C/C++ | Arquivo - Pesquisa em matriz quadrada

Postado por Samuel Lima em 08 de Março de 2015  •   •  Clicks (1089)  •  (0)  • 


Da mesma forma que lemos dados formatados com scanf(); também é possível fazer o mesmo
com fscanf(); fscanf( );É para o arquivo o que scanf é para o console,
esta função também pertence ao arquivo de cabeçalho stdio.h.
A sintaxe da função fscanf é:
int fscanf ( FILE *arq, vari&aa

C/C++ | Matriz tridimensional dinâmica

Postado por Samuel Lima em 08 de Março de 2015  •   •  Clicks (857)  •  (0)  • 

Matriz pode ser definida como uma variável capaz de guardar diversos valores
porém do mesmo tipo.Matrizes estáticas são sem dúvidas mais fácil de usar e de entender, más se você não especificar o tamanho correto, provavelmente haverá
desperdício de memória, e isto num computador de pouca memória

C/C++ | Matriz tridimensional estática

Postado por Samuel Lima em 08 de Março de 2015  •   •  Clicks (772)  •  (0)  • 

O C nos dá amplas possibilidades de criar e utilizar matrizes com mais de duas dimensões.Sinceramente não sei o limite exato das dimensões suportadas, más de uma coisa sei, matrizes de três ou mais dimensões não são recomendadas em uso estático devido à grande quantidade de memória que elas consomem.
Para cal